Blogue

Disisti.

Desisti. Na minha 12a missão encontrei o meu limite e desisti. Foi das decisões mais dolorosas da minha vida. Fiquei destroçado, com o coração em pedaços tão pequeninos que julguei não ser possível alguma vez voltá-los a juntar todos. Senti que estava a ir contra tudo o que eu mais...

Era tão fácil deixá-lo morrer

Era tão fácil deixá-lo morrer. Era tão mais fácil. Era só mais um e ninguém está a contar. E se estiverem a contar quanto é que vale uma vida diluída em milhares de vidas perdidas por esta guerra? Estou cansado. Estou exausto na verdade. Noites mal dormidas com o calor,...

Diário de um Intensivista – VI

“Não foi assim tão mau.” É o que o vento sopra por aí. “Não morreu assim tanta gente”, ou “os hospitais até se aguentaram”. Estas frases são extremamente perigosas. O Serviço Nacional de Saúde “segurou” esta primeira vaga à custa de muito sangue, suor e lágrimas. Esta primeira vaga em...

Recomeçar

Estávamos bem a viver o filme da nossa vida, e fizeram-nos crer ou quisemos acreditar que pegávamos no comando e fazíamos um PAUSE. “São só 14 dias” dizia-se por aí, fazendo alusão ao tempo oficial de quarentena preventiva após um contacto com um caso confirmado. Mas não foram 14 dias,...

Diário de um Intensivista – V

O difícil está no continuar. No início ouviam-se palmas, vestiam-nos capas de super-heróis e enchiam-nos a barriga de coisas boas e boa energia. No início, o entusiasmo, a adrenalina e os olhos do mundo postos em nós, empurravam-nos para um sentimento de invencibilidade. O início era sexy, o difícil está...

6. Maldade responde-se com Humanidade

Pela segunda vez na minha vida estive cara-a-cara com o Estado Islâmico. Mete medo, é assustador. Muitos arrepios na espinha.  A primeira vez foi na Síria em finais de 2013 que tive o desprazer de me cruzar com este grupo de pura maldade. Cruzei-me com alguns dos seus elementos no...

Diário de um Intensivista – IV

Não gosto da expressão “linha da frente”. Leva-nos a pensar que nesta luta há combatentes e civis, quando me parece que estamos todos na mesma luta, mas em papeis diferentes. E a “linha de trás” é a que pode, ou não, salvar o nosso país. O desafio reside em compreendermos...

Viver com medo de morrer, não é viver.

Nunca um tema em discussão me foi tão próximo e nunca tive tantas dúvidas e dificuldades em saber o que dizer. Estou há 1 mês a trabalhar directamente com doentes Covid-19, sou médico Intensivista no Hospital de Matosinhos e vou tendo também uma perspectiva global dos Cuidados Intensivos do grande...

As Perguntas que Ninguém quer Responder

Mais do que nunca ter certezas absolutas é sinónimo de estupidez. Mais do que nunca precisaremos de uma democratização de opinião. E era bom que a opinião viesse de boa informação. Informação essa que não existe, pois a ciência precisava do tempo que não temos. E por isso tomamos decisões...

Diário de um Intensivista – III

Há um momento de pânico. O momento de ajuste à velocidade estonteante com que tudo muda à nossa volta. Ler e responder a 150 emails por dia, reaprender os circuitos dos doentes, fazer protocolos, ler os novos protocolos que saem ao minuto, estudar e preparar formações nas horas que sobram...

Diário de um Intensivista – II

Estamos na luta. Nós fazemos peito, crescemos, fazemo-nos fortes e enrijecemos o caracter. Mas o desafio cresce connosco, obriga-nos a uma humildade à proporção da fragilidade da vida. Acordamos de manhã com a força de quem quer conquistar o mundo, mas o dia obriga-nos a questionar vezes demais “quando é...

Diário de um Intensivista – I

Isto assusta. Há muito que acredito que a coragem não é a ausência do medo. A coragem é o que sobra quando a motivação ultrapassa o medo. Porque medo temos todos. Mas o que eu tenho visto à minha volta é uma motivação que me emociona. Vejo os fracos a...

Quanto custa uma Vida?

Atenção que um médico vai falar de economia. Mas acredito que se for um economista seria acusado de cruel e torturador de números.Gostamos de andar aí pela vida a dizer que a vida humana não tem preço. Mas não é verdade. As vidas têm um preço, a saúde tem um...

Vírus do Bem Comum

Nunca tínhamos ouvido tanta gente a falar do bem comum. Há um vírus que reforça a fragilidade da vida humana, e há um vírus do bem comum.É incrível como este vírus está a contaminar tanta gente. É incrível como este vírus está a alterar os comportamentos individuais, é incrível como...

O Oposto

Prefácio – Triângulo de Guerra O Oposto A origem do ser humano enquanto espécie terá sido há cerca de 5-7 milhões de anos atrás, no Rift Valley algures naquilo que é hoje a Etiópia, Quénia, Tanzânia, … e a origem das civilizações humanas foi na Mesopotâmia, há uns 5.000 anos,...

Viagem à Palestina

Antevejo que seja o texto mais polémico, que já escrevi… embora não seja esse o objectivo. A minha vontade é sempre pôr por escrito reflexões e sentimentos que sejam construtivos para a humanidade… Acho que posso dizer que fiquei com uma boa ideia daquilo que é a Palestina e a...

Querido Porto

Há muito que te queria escrever. Gostava que soubesses o que sinto por ti. Tenho para ti palavras muito simples para um sentimento tão complexo. Ficarias surpreendido com o sem número de vezes que penso em ti. Passo horas no silêncio a reviver as tuas memorias. Gosto tanto de te...

Presidente da República

“Sou médico e dedico-me ao SNS desde há cerca de 15 anos. Confesso que a minha ambição é sobretudo , ser bom médico, bom clínico. E nunca dediquei grande esforço a reflectir sobre matérias de organização, administração e muito menos política na saúde. Tenho zero experiência do backstage da medicina...

Honestidade e Justiça

Acompanho há tanto tempo as TED talks, que já me perdi no número de vezes que fui inspirado ao longo dos últimos anos… A ideia de ambicionar a fazer o que já tantos fizeram por mim na minha muito amada cidade, só por si já me enche de orgulho, pois...

Facebook versus Instagram

Isto é uma mistura de muita coisa. Do peso das redes sociais nas nossas vidas, das utilizações úteis e as tóxicas para o indivíduo e para a sociedade, e a perda de força do Facebook para o Instagram que a mim me entristece. As redes sociais têm um potencial de...

Liberty Bell

Há objectos que são apenas objectos. Não têm vida, nem histórias para contar, são inertes. Mas há objectos que contam mundos, que se imortalizam como icons, que simbolizam algo maior do que a própria vida… e onde o tempo e sua história nos levam a viajar por mundos e tempos que...

Por uma vida melhor – Gérald Bloncourt

Por uma vida melhor Quando ouvimos alguém a falar assim dos nossos, comovemo-nos. Quando ouvimos alguém que vê assim os nossos, perguntamo-nos porque não os vemos também nós assim, porque não nos vemos também nós assim. Gérald Bloncourt fotografou o que fomos na década de 50, 60 numa Paris que se ofereceu...

Salvar o Mundo

Salvar o Mundo É uma ambição muito grande querer salvar o mundo mas há quem tenha dedicado toda a sua vida para esse propósito inspirador. A Liberdade e a Democracia são inegociáveis! E deveriam abranger todos os seres humanos, mas infelizmente não é assim. Há uma fatia muito grande da...

Filhas do Mundo

Esta foto é uma das nomeadas do World Press Photo 2018. Estamos a celebrar os 4 anos que 200 raparigas desapareceram de uma escola do Norte da Nigéria. Já o grupo fundamentalista Boko Haram espalhava o terror há uns anos, com vários episódios desumanos ao matar crianças de formas horrendas…queimadas...

Fernando Pessoa

«A vida é breve, a alma é vasta (…)» – Fernando Pessoa em Mensagem Em Setembro de 2004 li Mala de senhora e outras histórias, de Clara Ferreira Alves. Dos doze contos que o livro contém, marcou-me um chamado Os Dias de Durban. Nesta história, uma mulher deprimida mata-se e...

Os Pedaços de Vida de Machu Picchu

Visitar Machu Picchu é impressionante, pela beleza natural de cortar a respiração, pelo mistério de cada pedra, mas acima de tudo pelos ensinamentos históricos sobre o povo que dominou uma fatia gigante da América do Sul durante séculos, os Inkas. A chegada dos Europeus aniquilou a quase totalidade deste e...

Último Discurso de um Verdadeiro Herói

Os museus que mais me marcaram, foram os que mexem com o meu sentido de humanidade. Auschwitz, Memorial do Genocídio do Rwanda, Museu da Inquisição em Cartagena (Colômbia) e agora o Museu dos Direitos Humanos (ou da Memória) em Santiago do Chile que retrata um período terrível de opressão, homenageia...

Potosi. La Mina del Diablo

Julgo que o grande desafio é a busca pela verdade. A história é feita por quem a conta, e por isso para termos um presente justo e um futuro melhor, temos que nos questionar sobre a honestidade e a justiça dos factos. Cada vez que penso nos “grandes” feitos da...

Mães de Maio

A praça que leva o nome dos primeiros gritos de independência da Argentina (Praça 25 de Maio), olha para a famosa Casa Rosada de onde Evita Peron aqueceu a alma a milhões “descamizados” deste país. Nos dias de hoje, e desde 1977, quem inflama as emoções dos mais desatentos é...

Fridtjof Nansen

Descobri Fridtjof Nansen por acidente. Acabara de regressar de uma peça de teatro acerca da vida de Aristides de Sousa Mendes que era, nessa altura, um assunto popular pela recente estreia do filme Aristides de Sousa Mendes, O Cônsul de Bordéus (que também vale a pena conhecer). De curiosidade despertada,...

War Child

Talvez o que mais profundamente mexeu comigo ao ler o livro “Child Soldier” foi o paralelismo ou a ausência dele, por Emmanuel Jal ter a minha idade. Imaginar tudo o que ele passou e sofreu na sua infância, é devastador e mais ainda porque é apenas um no meio de...

O Sal da Terra

Se eu disser que já vi este documentário 7 ou 8 vezes, algo inédito para mim, será certamente um bom barómetro da boa energia que este grande Homem desperta em mim.Sebastião Salgado, consegue através das suas lentes fotográficas e humanas, colocar a nossa visão do mundo sobre uma grande inquietude,...

Forest Gump

É um filme inspirador, é um filme bonito, talvez para muitos dos melhores filmes de sempre. Uma história caricata, centrada numa personagem que roça todos os limites do verosímil, que consegue também tocar em diferentes pontos marcantes da história dos USA do final do séc. XX: JFK, a guerra do...

Colin Kaepernick – Just Do It

Escolhido para liderar uma das maiores campanhas de publicidade dos nossos dias, não tanto por ser o melhor, mas por marcar a diferença numa posição de protesto contra o racismo e a brutalidade da polícia contra minorias, infelizmente ainda tão presente nos EUA. Foi o primeiro a ajoelhar-se durante o...

Nunca é Tarde para Sonhar

A chegar aos 80 anos transformou a tristeza da perda do seu marido, no reactar do sonho de voltar a dançar. E assim encantou o Mundo. Inspirem-se! Aqui o link: https://www.youtube.com/watch?v=hjHnWz3EyHs

Anka e Eva Clarke

Apresento-vos Anka e Eva Clarke. Eva nasceu no campo de concentração em Mauthausen e era já uma sobrevivente mesmo antes de nascer. Os seus pais foram enviados para o campo de concentração de Auschwitz. Anka, a mãe, grávida de Eva, foi colocada a trabalhar numa fábrica. O pai acabaria por...

Uma esperança mais forte que o mar

Eles não escondiam o entusiasmo nervoso ao entrar no barco que os levaria a um destino juntos. Amavam-se e tinham apenas a certeza de que queriam viver essa história de amor com as mesmas oportunidades que qualquer outro casal. Mas o destino foi cruel e o barco onde seguiam não...

Inspiração maior

Justin Gallegos has cerebral palsy — a condition that affects body movement and muscle coordination — but that hasn’t stopped the University of Oregon junior from pursuing his dream of breaking the two-hour barrier in a half marathon. According to Anne Francis of Running magazine, Gallegos used a walker as a...

São João de Deus

Sentada no pequeno apeadeiro de Oropesa, recuo 500 anos e tento imaginar o que terá sentido João Cidade ao chegar aqui, sozinho, ainda criança. João Cidade é um dos meus heróis. Um herói imperfeito, cheio de tormentas e dúvidas mas que deixou, como legado, um mundo melhor. Nasceu em Montemor-o-Novo,...

Human Flow – Documentário

É obrigatório ver “Human Flow”, de Ai Weiwei, por Matilde Gomes Our shouting is louder than our actions,Our swords are taller than us.This is our tragedy.Nizzar Quabbani, Poeta sírio Ai Weiwei merece um beijinho na testa. Foi este o pensamento intrusivo que fui tendo enquanto assisti ao excecional “Human Flow”. É...

Escravatura, Segregação, Prisão

É um documentário obrigatório. Fala-nos sobre a realidade do sistema penal/prisional americano e a sua relação com a cor de pele, a discriminação dos negros e dos latinos, e como de alguma forma é apenas a continuidade noutro formato, dos crimes da escravatura, e mais tarde da segregação racial dos...

Três Chávenas de Chá

Talvez a história de vida mais inspiradora que eu conheço. Greg Mortenson é enfermeiro de profissão e alpinista de paixão. Tenta escalar a a segunda montanha mais alta do mundo, o K2 no Paquistão que segundo os entendidos é a mais difícil. Falha, perde-se, quase que morre e é encontrado...

O Santo e o Sultão

Há oitocentos anos e um mês ocorreu um dos encontros mais estranhos e importantes da história da humanidade, e eu não vi em lado nenhum na imprensa mundial referência a esta efeméride. Vocês me dirão se trazê-la agora aqui é apenas um dos meus caprichos de historiador ou se a...

Human

Deveria ser obrigatório! É uma lição de humanidade que infelizmente tem que ser dada e revista a espaços. Ninguém nos ensina a respirar, mas a convivência saudável nesta bolinha azul, que é a casa de todos nós obriga-nos a ter que aprender a ser/Ser Humanos.  E este documentário em 3...

Conseguirás caminhar 100 metros?

Para mim há 2 tipos de filmes: as histórias verídicas inspiradoras e tudo o resto. Ia dentro do avião para a Rép. Centro-Africana a brincar com a televisãozinha, quando este título me chamou à atenção: “100 Metros”. Adoro quando parto sem qualquer expectativa e sou surpreendido com um filme absolutamente...

Memorial do Genocídio do Ruanda – Memórias com verdade

Memórias com Verdade Remexer nas nossas dores, espreitar para dentro das feridas é doloroso, mas talvez seja a única forma de curar a infecção. Porquê escolher querer olhar de frente para o terror, quando podíamos ir dar um passeio numa das cidades mais bonitas de África? Assim é a escolha...

República Democrática do Congo – Norte Kivu, Masisi (2009)

Também conhecido como Ex-Zaire ou Congo-Kinshasa ou Congo-Belga. Há algo português em quase todos os países Africanos. O nome Zaire veio dos portugueses que mal pronunciavam “Nzere”, que quer dizer rio. Rio este que é a espinha dorsal do território, e é pleno de vida em toda a sua extensão,...

Querida Princesa (1)

Querida princesa, Quero contar-te a história deste cabelo que agora é teu. Ele não pertenceu a uma princesa como tu mas viveu muitas aventuras à boleia de uma menina muito feliz. Já não me lembro bem da última vez que cortei o cabelo mas vou relatar-te, muito brevemente, as aventuras...

Mamoudou Gassama (1)

Mamoudou Gassama, teve o impulso de galgar quatro andares para salvar uma vida. Nós tantas vezes, tão pouco o de estender a mão para fazer o mesmo. Mamoudou Gassama. O nome pouco nos dirá. As imagens deste homem a galgar quatro andares para salvar uma criança da morte certa, essas sim,...

Os dois Papas

Sinto que já ganhei o Natal. Ganhei o 2019, ganhei certamente o 2020 e veremos quanto durará a mais pura das comoções e inspirações que sinto neste momento. Talvez tenha visto agora o filme da minha vida. Apetece-me enviar uma carta de Amor ao mundo inteiro. Amor e agradecimento por...

5. Entre o Ver e o Olhar

Haverá certamente opiniões diferentes. O que mais me impressiona numa guerra, não é o que os olhos veem. O que mais me impressiona das 10 guerras que já vivi por dentro, é algo que nunca poderá ser captado por uma fotografia ou analisado por números de mortos, feridos, incapacitados, violações,...

4. Do Humano para o Desumano

Saltitamos entre o humano e o desumano. Entre o corpo e a pessoa. Entre o ser vivo e a alma. Precisamos de ser desumanos para fazer esta profissão sem tremer, precisamos de olhar para o corpo como uma máquina, um desafio, com uma frieza robótica… Se deixamos entrar as emoções...

3. Há Sempre Algo de Bonito

A história que vou contar pode doer na alma, mas é uma história de almas bonitas. O Estado Islâmico ocupou uma enorme parte do norte do Iraque e do nordeste da Síria. Fê-lo de uma forma oportunista aproveitando a fragilidade destes povos, que os leva a aceitar a religião como...

2. Passagem de Testemunho – “Agora és Tu!”

Este processo da escrita, é tudo menos um mar de rosas… Parece que cada vez mais me custa mergulhar nas minhas memórias, e não o sei fazer sem ficar profundamente emotivo. Porque aquilo que carrego no peito, às vezes parece demasiado pesado para ser digerido… Quando tento perceber porque é...

1. De Férias

Eu já, uma vez, tinha ido nas minhas férias… Foi 8 anos antes. Foi a minha primeira, e foi para Moçambique. Muitas vezes nas minhas “contas” nem conto com esta, porque sinto que fui apenas dar uma ajudinha, e talvez por isso ainda não tenha escrito sobre isso, mas tenho...

I am

“What is wrong with the world?” Assim começa este documentário que é dos mais inspiradores que já vi. Foi para mim uma enorme surpresa que esta obra prima, já andasse por aí desde 2010 sem que eu nunca tivesse ouvido falar. E adorei. Ao dissecarmos o que está de errado...

Ladrão ou Herói – Eduard Snowden

Ladrão ou Herói? Até que ponto é que temos a coragem de fazer o que deve ser feito? Em que medida estamos capazes de perder tudo o que temos para fazer o que está correcto? São questões que deviam rodopiar nas nossas cabeças com mais intensidade, porque são elas as...

13. A Vida é Bela

Por vezes tenho dias muito maus. Há dias que bate uma saudade tão forte, tão forte que só me apetece chorar até desidratar. Saudades de casa, saudades da família, saudades dos amigos, saudades do meu Porto, saudades do amor perdido, saudades dos meus cães, saudades que asfixiam porque a distância...

12. Delícias do Céu

A experiência africana é um mundo de descobertas e surpresas. E este coração africano que é a Rep. Centro-Africana simboliza bem o espectro de magia e aventuras com que nos deparamos. Soa a cliché, mas tudo é diferente. A cor da terra alaranjada, o céu límpido que nos desenha pores-do-sol...

11. Abortos clandestinos

O aborto a meu ver é algo de difícil avaliação ética e moral. Eu sou a favor de todo o tipo de liberdades individuais até ao momento em que interferem com a liberdade de outro(s). E do ponto de vista científico tenho muita dificuldade em definir o momento em que...

10. Gente Boa, Gente Maravilhosa (2)

Fui para casa a digerir aquela granada. Explodiu com muita gente e explodiu com as minhas emoções num fim de tarde de uma intensidade sem igual… E perdido nos meus pensamentos dominavam-me os olhares assustados daquelas senhoras, que mereciam todo o meu empenho, todo o meu esforço para lhes deixar...

9. Gente Boa, Gente Maravilhosa (1)

Chego ao fim de um dia bem longo. Depois de mais um dia calor intenso, em que já nem sei quantos litros de suor transpirei, sabe bem quando a temperatura começa a amenizar… Na lista da jornada mais uma infinidade de cesarianas, parturientes, crianças a chorar e por aí fora…...

8. A Maria

Acho que é preciso uma certa coragem para escrever esta história, da mesma forma que será necessário alguma coragem para a ler. Isto é apenas uma história de muitas, do dia-a-dia de uma África que poucos imaginam que exista. É não é de um passado longínquo… é de ontem, de...

7. Se eu fosse Bilionário

Eu gostava que compreendessem a dimensão do problema. Eu gostava que tivessem a noção da dimensão da desigualdade, da profundidade das carências… Comparassem aquilo que sabem do mundo, o que sabem da pobreza, o que sabem do sofrimento humano, com a visão que vos vou transmitir. O grande problema é...

6. Infinito

A maternidade de Bangui era muito agitada. Partos e mais partos, crianças por todo o lado, e uma equipa de profissionais fantástica que estava à altura do enorme desafio a que nos propunhamos. Salvar as mães e se possível os bebés também. Eu passava o dia no meio de cesarianas,...

5. Matar para Comer

Todos as guerras têm uma coisa em comum: Quanto mais sabemos, menos compreendemos. E ao tentarmos compreender tudo em binómios vamos ter sempre a compreensão muito curta. Em comum tem também a alteração da normalidade e das expectativas… Quando se vive em altíssimos níveis de violência, esta passa a ser...

4. Dia Internacional da Mulher

Estava em Bangui há cerca de uma semana, ainda era tudo fresco e novidade para mim, quando todos recebemos a convocatória para as celebrações do Dia Internacional da Mulher, na sede dos Médicos Sem Fronteiras (MSF). Em primeira análise até me pareceu ridículo, que me tirassem uma tarde de trabalho...

3. O que a vida vale aqui e aí

Faltam-me conhecer algumas das capitais mais problemáticas do mundo, assim de repente estou a pensar em Juba e Mogadishu, mas arrisco-me a dizer que Bangui é a capital mais pobre, e mais subdesenvolvida do mundo no que à medicina diz respeito, quer em termos de infraestruturas, quer em termos de...

2. Bangui, La Coquette

Depois de já ter viajado por muitos países em África tenho a opinião convicta de que as capitais são feias e o resto é lindo. Todos os grandes centros urbanos dificilmente aparecem nos cartões postais. São poluídas, confusas, desprovidas de qualquer beleza arquitectónica e mesmo sendo ao pé do mar...

1. A República Centro-Africana promete

A missão na Síria deixou uma marca profunda em mim. Nunca desisti, mas obriguei-me a pensar bem no que tenho estado a fazer no mal que faço aos meus, e nos duros abanões que a minha sanidade mental vai levando… Porque isto de andar entre mundos, tem que se lhe...

República Centro Africana – Bangui (2016)

Colónia francesa desde meados do século XIX torna-se independente em 1960, à semelhança de muitos outros países africanos.Através de um golpe de estado Bokassa chega ao poder em 1965 com uma visão megalómana ao ponto que se auto-intitula imperador do agora Império Centro-Africano, numa cerimónia que chocou o mundo pela...

15. Nunca Vos Esquecerei

A grande diferença entre ver uma guerra na televisão ou ao vivo e a cores, é que quando estamos lá sentimo-nos parte dela… e sentimo-nos parte deles, da população Síria que sofre, que grita, que sangra, que chora, que não compreende porque lhes aconteceu tamanha desgraça. Estamos lá porque sentimos...

14. Quanto vale a minha vida?

Estranhamente depois de já ter estado em muitas guerras, o sítio em que tive mais medo foi no Porto. A primeira razão reside no facto de que a projecção das missões nos locais mais complicados leva-nos a sofrer por antecipação aquilo que depois vivido assume uma dimensão completamente diferente, para...

13. Futebol, Armas e Heróis

Penso que o que mais me marcou no conflito Sírio ao conhecê-lo “por dentro”, para além da intensidade e da dureza desta guerra, foi o quanto me identifiquei com a sua gente. Nós achamos que estamos muito longe de que tal nos aconteça, e assim espero… mas só assim será...

12. “Eu gosto de ti” na Síria

A minha missão na Síria pressupunha que o meu Natal se passasse no meio da guerra, longe do meu mundo. Saber que não iria passar o Natal com os meus não me fez hesitar, tal era a minha motivação para vir, mas com a aproximação do dia comecei a ficar...

11. Noites no Bunker

É sempre difícil transmitir uma ideia real, do que é este cenário tão intenso que nos faz sentir que estamos no centro do mundo, onde todas as vivências parecem eternas e todos os momentos têm um potencial descritivo infinito. Estamos a meia dúzia de Kms das linhas da frente, lado...

10. Pátria Perdida (2)

(continuando) O lema que me domina é fazer o melhor com o que está ao meu alcance… Ainda que a complexidade e a dimensão do conflito da Síria, ultrapassem os piores dos horrores a cada dia… A nossa função não é política…é humanística. Não vamos à procura dos “porquês”, vamos...

9. Pátria Perdida (1)

Várias vezes eramos sobrevoados. E dificilmente imagino situação mais assustadora. Num segundo o pânico domina-nos por completo. O som dos aviões a rasgar os céus transforma o nosso estado de espirito num click… Os primeiros a ouvir estas máquinas de guerra saíam a gritar por todo o hospital: “ MIG,...

8. Dormindo com o Inimigo

Quem está no epicentro do conflito, fica a saber mais e a perceber menos… Aquilo que muitos tentam do alto de grande sabedoria, explicar ao povo ignorante é sempre insuficiente, falso, incompleto, desactualizado ou apenas de visão curta… Mas claro, tem que haver análises e leituras macro, ainda que falíveis,...

7. É Aqui Que Eu Quero Estar!

Por vezes antes de começar a escrever uma história peço inspiração divina para ter a capacidade de melhor retratar os seus principais actores e sentimentos. E a melhor forma de perceber o quanto é que eu gostava de ter essa inspiração, vem do facto de ser a pessoa mais ateia...

6. Estado Islâmico

Como eu o vi. Como eu o senti. Como o povo Sírio me O fez ver. Não pretendendo substituir os grandes conhecedores e especialistas destas temáticas, mas há algo que me leva a ter legitimidade de dizer algo construtivo… EU ESTIVE LÁ! E essa vivência pessoal é insubstituível, incomparável… e...

5. Céu Limpo

Nunca compreenderei, nem nunca vou deixar de admirar a resiliência de alguns povos. Se acreditar e lutar pela democracia parece algo tão linear, quando nos apontam uma arma a cabeça nunca saberemos até onde tremem as nossas convicções… Tendo em conta que a minha passagem pelo norte da Síria, coincidiu...

4. Sou um Alvo

A Síria tornou-se no palco de Guerra mais sangrento que há memória! Imaginam se fosse o vosso país? Imaginem!! Porque eles também não o imaginavam… A tristeza de ter esta ferida tão sangrante e tão aberta faz também com que venha ao de cima o melhor de muitos seres humanos,...

3. Em Sentido Contrário (2)

Por vezes bloqueio… a falta de tempo é claro a principal culpada, mas há uma mistura de incapacidade de encontrar o momento certo, a inspiração certa, para mergulhar bem fundo em memórias que sei que estão lá, que são muito fortes, e que gostava que nunca desaparecessem… pois fazem parte...

2. Em Sentido Contrário (1)

Tudo começa naquele local repleto de magia, o aeroporto… Sinto o romper do cordão umbilical ao passar o controle de segurança… Respiro fundo e estou sozinho… Eu contra o mundo! Gosto dessa sensação de que já não posso olhar para trás… é só para a frente que estão concentrados todos...

1. Chegou a Hora

A carga emotiva é tão grande que parece que as ditas vivencias da Síria nunca foram suficientemente processadas… Mas chegou a hora de enfrentar o touro pelos cornos, e começar a deitar cá para fora, como sempre sem saber muito o que dai virá… Foram muitas noites sem dormir, cesarianas...

Síria – Província de Idlib (2013)

É aqui que começa a história das civilizações, na Mesopotâmia. E por isso as suas principais cidades com mais de 3000 anos contam a história da humanidade e do percurso das religiões judaica, cristã e muçulmana. Fez parte do Império Otomano e quando este perdeu a primeira guerra mundial, o...

10. Até sempre Afeganistão

Fechando a página sobre o Afeganistão. Às vezes tenho que me perguntar e puxar bem atrás as minhas memórias para que me recorde porque é que eu comecei a escrever… E talvez misturando e baralhando uma série de sensações eu diria que o ponto em comum em todo a minha...

9. Pão e Laranjas

Há qualquer coisa de mágica sobre o Afeganistão… Todos os países têm o BI do seu povo e da sua terra e o do Afeganistão é bem forte… Localizado numa fronteira entre mundos, sempre foi a terra dos Afegãos… Gente de carácter vincado, sólido e inspirador… Triste é que aos...

8. A Ignorância

Nesta história que me marcou de sobre maneira, simbolizo também o reforçar de uma das primeiras conclusões humanitárias se assim lhe posso chamar… A intensidade de viver não só o problema, mas viver no problema, para alem do meu trabalho clínico e de formação, leva-me obviamente a uma reflexão diária...

7. Será que eu podia ter feito melhor?

Continuo no Sul do Afeganistão… ponto mágico deste planeta…com a sensação que estou longe….muito longe de todo o mundo, principalmente do meu mundo… Gosto de o sentir, mas é impossível não ser invadido por um certo calafrio quando paramos para reflectir do quão longe e isolados estamos do mundo… Rodeado...

6. Desistir ou Lutar com Mais Força – De Mãe para Mãe

(presente de anos para a minha querida mãe nos seus 65 anos) Foram 10 minutos que mudaram a minha vida… Entre o amor e ódio, entre o desistir ou lutar com mais força… uma lição de vida…. uma inspiração sustentada em tristes e felizes circunstâncias do acaso… porque a vida...

5. My First Bomb

A primeira mensagem que eu gostava de deixar é que uma guerra, não passa apenas porque deixamos de ouvir falar nela… simplesmente deixa de ser interessante para os media e seus consumidores, ouvir/ler/ver mais do mesmo… A guerra do Afeganistão não pára de piorar, a cada ano há mais ataques,...

4. No Meio da Guerra

Em Kabul, tenho muito pouco tempo para me preparar para ir para o meu destino final: província de Helmand, no sul do Afeganistão, cidade: Lashkar Gah, capital da província mais sangrenta e problemática de toda a guerra do Afeganistão. No cerne da resistência Taliban, e rodeada da maior produção de...

3. Chegar a Kabul

Aterrar em Kabul, é no mínimo lindo de morrer. Após sobrevoar uma enorme parte do Afeganistão, a contemplar a incrível beleza da cordilheira do Hindu Kush, com montanhas lindas cheias de neve, enquanto tentava imaginar àquela enorme distancia o terrível sofrimento que aquele pais tem estado sujeito… Uma guerra é...

2. A Partida para a Guerra

De volta ao Afeganistão…..fecho os olhos e regresso ao Afeganistão…ou talvez um bocado antes….à Partida, à preparação, literalmente para a Guerra. Neste momento tenho imensa vontade de escrever, fico na dúvida se tenho vontade de ser lido (que é sempre um ânimo), ou se simplesmente preciso de escrever e reviver...

1. Quem é que não se lembra onde estava no 11/9/2001?

Eu lembro-me como se fosse hoje… Um dia que só não marcou a vida dos mais desatentos… Tinha 20 anos, estava numa casa temporária, pois o apartamento dos meus pais estava em obras. Estava numa fase fantástica da minha vida, como sempre fui um rapaz muito lutador e cumpridor, tinha...

Afeganistão – Província de Helmand, LashKar Gah (2012)

Há milénios habitada, esta terra era um dos grandes cruzamentos das rotas da seda. Fez parte da história de grandes impérios: Alexandre o Grande, os Árabes Muçulmanos, os Mongóis, e os Impérios Russo e Britânico. Mas sempre foi, tal como o seu nome indica a terra dos Afegãos, e por...

13. Hormonas Descontroladas (2)

Duros golpes sofri eu, nesta minha missão do Paquistão….. nestas montanhas perdidas no nosso planeta, com uma população encurralada por uma problemática local, mas com contornos mundiais… Um povo politicamente muito activo que não hesita, em mostrar o que pensa. Muitas vezes, das formas mais horrendas que a humanidade já...

12. Hormonas Descontroladas (1)

No limite, para mim a minha missão no Paquistão foi no limite……. no limite da minha resistência física e psicológica, e claro está as duas inter-relacionadas. O volume de trabalho era imenso e estava 24 horas, sobre 24 horas de urgência, 7 dias por semana, tive momentos em que pensei...

11. De Volta às aulas com os Taliban (2)

A vida é um conjunto de vitórias e derrotas, e no terreno, as vivências são todas exponenciais, derrotas duras e pesadas, e vitórias que nos enchem a alma, fazem tudo valer a pena e levam-nos a pensar que ainda há esperança. Se os Médicos Sem Fronteiras lá estão, há esperança…....

10. De Volta às aulas com os Taliban (1)

Vejo e revejo, para a frente e para trás, o filme da minhas memórias…. Algumas já enevoadas, fogem-me os pormenores…… e tanta coisa já vivi entretanto… Mas foi tanto e tão forte o que senti, que me custa largar as minhas recordações do Paquistão sem vos dizer mais algumas coisas…....

9. Mulheres sem nome (3)

Agora já sabem, que nós médicos estávamos francamente condicionados por “regras” culturais, que nos custam a engolir, que se sobrepõem, às nossas regras básicas de humanismo…. alimentadas pela ignorância, falta de acesso a qualquer espécie de formação básica (zona do mundo com a menor taxa de literacia no sexo feminino),...

8. Mulheres sem nome (2)

São os meus anos (31/10/2013), não trabalho, e está uma magnífica manhã de Outono. Tenho a sorte de poder dar a mim próprio o presente que eu quero. E acordo de manhã, numa longa conversa comigo próprio na tentativa de responder da melhor forma : O que é queres fazer,...

7. Mulheres sem nome (1)

Eu nunca tive propriamente um plano. Apenas senti depois de ter estado no leste do Congo, uma vontade enorme de partilhar com quantos conseguir, a dura realidade que tantas pessoas enfrentam e que os media teimam ao não querer saber… Haveria uma milhão de coisas mais a dizer sobre o...

6. Bem-vindo ao Paquistão

Já não escrevo há mais de 2 anos, e como tudo o que já não fazemos há algum tempo, sinto-me completamente enferrujado. Mas são vários os motivos que me levam a querer escrever outra vez. A minha intenção de escrever neste blogue foi barrada, na impossibilidade de tirar fotografias e...

5. Proibido de Falar

Já passou mais de uma semana… E mais uma vez os meus planos de escrita falharam… por vários motivos, acho eu: Demasiado trabalho… alguns dias e noites tem sido de loucos… A vontade de passar tempo com a equipa, engrupando-me para que a vida seja mais leve para todos… E...

4. Viagem para Timergara

Acho que vai ser uma grande desilusão para os meus, porque eu também fiquei bastante desiludido… A minha ideia inicial de contar histórias baseadas em fotografias, colapsou por completo… Porque nestas zonas há uma tolerância zero por parte dos MSF no que às fotografias diz respeito… Porquê? … talvez mais...

3. Ainda preso em Islamabad

Já estou em Timergara, mas ainda tenho mais umas coisas para dizer sobre os meus dias em Islamabad… Depois de todos os meus briefings alguns futuros companheiros de equipa vieram de Timergara para Islamabad para descansar durante o fim de semana, que é permitido uma vez por mês… Parecem ser...

2. Preso em Islamabad

5 de Março, 12.00 am , à espera de ir para o terreno… mal posso esperar para começar a trabalhar! Recomeçando onde eu deixei…. … ao sair do aeroporto de carro, numa viagem de cerca de 30 minutos… A minha primeira impressão: checkpoints militares! Um atrás do outro, pelo menos...

1. Agora, o Paquistão

Eu tinha que escrever, a minha cabeça estava prestes a explodir com tantos pensamentos cruzados… Eu quase não dormi… o que poderia ser considerado normal tendo em conta as quase 12 horas de jet lag, dos últimos 2 dias… mas menos compreensível depois de me ter deitado com uns copos…...

Paquistão – Província do Noroeste, Timergara (2011)

Com 210 milhões de habitantes é o 5º país mais populoso do mundo e contem também a segunda montanhas mais alta do mundo e dizem os peritos, a mais difícil de escalar, o K2. Paquistão significa “terra dos puros”, talvez porque foi criado de raiz para ser exclusivamente a terra...

14. Africa Connections – A ideia era não escrever para não lidar com as emoções

Já no Congo, província de Norte Kivu, Masisi. Algures ainda muito fresquinho, no início da minha temporada no Congo. Nesta altura era tão difícil, lidar com as emoções que tentava não o fazer. Escrever, era sinónimo de lágrimas, e esta foi das poucas vezes que o fiz, e apesar de...

13. Africa Connections – O Bilhete por Baixo da Porta

Bruxelas — 2009 Lembro-me como se fosse hoje, foi muito forte, muito intenso. Apanhei o táxi mais cedo para o aeroporto, para poupar dinheiro e aproveitar o voucher de um rapaz que estava comigo na “pensão super rasca”, e quando finalmente tive uns momentos para pensar sentei-me em frente a...

12. Os Olhos Mais Doces

Já foi há mais de 1 ano, mas ainda feliz por escrever sobre aquilo que vi, que vivi e que senti… O porque é que escrevo? Penso que a maior razão é ajudar quem precisa… Também é verdade que escrevo porque me faz sentir bem, e me ajuda a aliviar...

11. O Meu Clube (2)

Para acabar esta história vou vos falar sobre aquele que realmente roubou o meu coração, que me fez sorrir mais vezes e que sem dúvida é de quem tenho mais saudades, mais de 1 ano depois de ter saído do Congo. Dorika, meu querido Dorika. Eu acho que ele tinha...

10. O Meu Clube (1)

Quando eu era pequenino e a minha mãe me via a brincar com um grupo (3 seria suficiente)… ela costumava dizer algo do género: “que clube tão fantástico!” … e era exactamente isso que eu tinha no Hospital de Masisi, um clube fantástico… Nem sempre era o mesmo, alguns entravam...

9. O Melhor Dia da Minha Vida

Muitas vezes, seria para mim muito mais fácil expressar-me em Português, e no que diz respeito a esta história, à forma como a vivi e os sentimentos envolvidos, a minha língua materna tornaria de certeza a história mais interessante… Mas eu sou ambicioso no que toca a espalhar estas mensagens...

8. Petit Gustavo

Já passou um ano desde que soltei as amarras em Portugal para ir para o Congo, com a mochila cheia de sonhos, medos e questões… nada sabendo sobre o que me esperava do outro lado da minha viagem… E agora estou de volta… de volta à minha vida tentando não...

7. Mulher Africana

Provavelmente todos sabemos que as mulheres não são tratadas como iguais em diversas partes do mundo, provavelmente também sabemos que quanto mais subdesenvolvido for o país, mais vemos discriminação feminina… E também saberão que em todas as guerras, enquanto uns lutam por território e dinheiro, são as mulheres e as...

6. Mãe de Dez

Eu estou longe e com as emoções à flor da pele neste momento, e talvez por isso decidi escrever uma das histórias, mais intensas, difíceis de partilhar e dolorosas da minha missão no Congo. Eu decidi escrever estas histórias para que de alguma forma se tornem imortais, porque não as...

5. O meu melhor amigo por uns tempos

Vou-vos contar uma história sobre um miúdo que foi o melhor amigo por uns tempos. Para além do facto termos criado uma conexão e amizade muito forte, houve momentos em que vi nas suas atitudes algo que me fez acreditar que ele era especial. Durante uma boa parte da minha...

4. Zona Vermelha (2)

(continuando) …. Ali estava eu dentro do carro, a viver o sonho… com uma mistura explosiva de medo e excitamento por passar fronteiras que quase ninguém passa… O Phillipe fez-me sorrir e descontrair, mas ao olhar pela janela a minha mente viajava por milhões de pensamentos… O início da segunda...

3. Zona Vermelha (1)

O meu dia a dia em Masisi, era basicamente casa-hospital, hospital-casa. Uma distância de 300 metros delimitava o meu mundo, e de uma certa forma sentia-me encurralado numa espécie de prisão. Não tinha tempo, nem podia ir a lado nenhum. E as poucas vezes que fui ao centro da cidade,...

2. Duas Meninas Maravilhosas

Foi num Domingo à tarde… muito poucas vezes tinha um Domingo livre para relaxar… era mesmo assim… não havia mais ninguém para fazer o meu trabalho… e tínhamos que estar prontos para quando fosse necessário… Sou chamado pelo rádio com a informação que acabam de chegar ao hospital feridos de...

1. Aperto de Mão

Começo aqui a contar-vos a primeira história de muitas que poderiam ser contadas sobre a minha estadia no Congo, em que trabalhei como médico anestesista para os Médicos Sem Fronteiras, numa região chamada Norte Kivu, na cidade de Masisi, perto da fronteira com o Ruanda, região esta muito complicada, pois...